Como tornar as aulas mais interessantes!

“…Não existe conteúdo chato. Nas mãos de um professor talentoso, que acha um jeito de chegar até você, qualquer conteúdo se torna estimulante, interessante e inspirador, mesmo quando nós, como professores, duvidamos que sejamos capazes de fazer isso acontecer”. – Doug Lemov

 

A frase acima, pode soar estranha aos ouvidos de quem já se deparou com situações em que, professor e alunos, não afinaram a sintonia durante uma aula. Que atire a primeira pedra quem nunca ouviu um professor reclamando de alunos, ou alunos reclamando de professor. O autor, ao usar a referida frase aborda a questão de tornar uma aula interessante, independente do conteúdo. Para isso sugere que o professor precisa possuir o devido conhecimento e ao mesmo tempo talento, criatividade e dinamismo, ou seja comprometimento com uma causa.

Lemov cita alguns exemplos bem sucedidos de trabalhos que fazem crianças aprenderem conteúdos que, a princípio, pareciam não ter nada a ver com elas. Assegurando conteúdos que sejam trabalhados por professores que têm a crença no êxito da missão e tornam a interação entre si, os alunos e o conteúdo significativo, proporcionam resultados surpreendentes. Essas afirmações provocam várias e divergentes reflexões. Uma delas, em razão da cultura, ainda existente, que considera o aluno como um recebedor de informações, conceitos e realizador de atividades apresentadas, muitas vezes, que não contemplam a sua realidade. E o mais grave: não fazem um mínimo de sentido dentro do conhecimento que estes trazem para o ambiente escolar.

Outra, em razão do cultivo da ideia de que o aluno de comunidades carentes “não aprende”. Sem entrar no mérito da questão, apenas citando a frase, vale lembrar que, independente do conceito que tal frase represente para o educador, acredita-se que nada de inovador se pode esperar de um profissional que assim se manifesta. Por quê? Alguém perguntaria. Porque, a resposta pode ser dada por uma frase do grande personagem da história empreendedora, chamado Henry Ford: “Quer você pense que pode, ou que não pode, você está certo”. Traduzindo: se alguém faz um trabalho não crendo em sua eficácia, o resultado naturalmente será inferior ao resultado do trabalho de quem acredita no êxito daquilo em que emprega sua energia. Simples assim.

“Conteúdo chato”. Quem já ouviu essa frase? O “Professor Talentoso”, segundo o autor seria aquele que busca a preparação constante. Por isso, “constrói uma ponte”, pela qual o aluno, independente de suas condições e circunstâncias, tenham acesso ao sentindo que quaisquer conteúdos, possam ter e fazer no contexto de sua aprendizagem e formação. Como seria isso na prática? Há várias formas de responder essa questão. Simplificando pode ser: antes de passar atividades para os alunos que são apenas informações sobre conteúdos de determinada matéria ou disciplina, é necessário compreender como essas informações serão representadas no “mundo” de cada um. Isso só acontece a partir de preparo e um diálogo franco e transparente, com atenção, compromisso e interesse. A busca pela realidade de cada um, e até que ponto o assunto a ser trabalhado tem conexão com alguma realidade existente em sua vida. Fácil? Não. Possível? Sim. Trabalhoso? Bastante. Gratificante? Extremamente! Ensinar/aprender acontece pela relação. E, toda boa relação pode ser comparada com uma estrada, que tem (e deveria ter) livre tráfego em seus dois sentidos.

Dica de ouro: quanto mais estudo assuntos relacionados à Educação, mais convicto fico de que, pela natureza das ações, as práticas que são eficazes se parecem muito mais com missão do que com tarefas, apenas.

 

Referências:

LEMOV, Doug – Aula Nota 10 – 49 técnicas para ser um professor campeão de audiência. Tradução de Leda Beck; Consultoria e revisão técnica Guiomar Namo de Mello e Paula Lozano – São Paulo: Editora Da Boa Prosa

Designed by Freepik

5 Comments

Add yours

  1. Muito bom, conteúdo de qualidade e assegurando que fique bem claro as ideas, parabéns pelo trabalho Maximo Ribeiro…

  2. Muito bom, ótimo conteúdo, muito bom trabalho Maximo Ribeiro.

  3. Muito boom 👏👏👏

  4. Parabéns , muito bom o conteúdo , excelente trabalho 👏🏻

  5. Parabéns meu amigo querido, que conteúdo excelente…

    Concordo 100%
    Se alguém faz um trabalho não crendo em sua eficácia, o resultado naturalmente será inferior ao resultado do trabalho de quem acredita no êxito daquilo em que emprega sua energia. Simples assim.

    Acredito que o que nos limita, somos nós mesmos, por isso você é essa pessoa extraordinária, sempre otimista e que acredita e corre atrás do que quer.
    Parabens, tens minha admiração eterna 😉

Deixe uma resposta

O seu e-mail não será publicado.

*


© 2018 Pauta Online Blog

Topo ↑