Pensamento crítico: refletir é muito importante.

 

Pensar criticamente. Com o passar do tempo a realidade é alterada e novas concepções vão sendo incorporadas ao modo de viver, aprender, agir, interagir e pensar. Os recursos novos que constantemente se acrescentam aos inúmeros já existentes têm ou deveriam ter a finalidade de melhor servir o indivíduo e à sociedade em geral. O lidar com as novas e complexas situações do mundo moderno, exige cada dia mais perícia nos modos de pensar e agir e se relacionar. Diante dessa realidade de constantes transformações, como está a sua autonomia para decidir sobre o que é relevante, importante, pertinente e ético?

O Pensamento Crítico se encaixa nessa questão, quando serve de filtro para selecionar o que deve ser aproveitado ou descartado nessa avalanche de informações instantâneas da atualidade. Antes de lembrar de sua importância, é necessário esclarecer que o termo “crítico” presente no conceito, não se refere à crítica direcionada a esta ou aquela ideia, situação ou personagem. Trata, todavia de uma habilidade necessária, que pode ser desenvolvida e exercitada para aplicação nas diversas situações enfrentadas na vida. Diferente da contestação, o Pensamento Crítico serve como ferramenta para que o indivíduo tenha as condições de optar entre o que lhe seja útil ou irrelevante, sem ter necessariamente de confrontar explicitamente todas as situações.

O jovem ao ingressar para o mercado de trabalho, ou mesmo ao passar pelos ensino médio, indo para o superior se depara, diuturnamente com inúmeras situações complexas e desafiadoras. Nesses momentos precisa dispor de condições intelectuais para a tomada de decisão, muitas vezes imediata. Como agravante em ocasiões assim, além de outras adversidades, depara-se com um fator alarmante, consequência da comunicação instantânea, o fake news. Qual/quais ferramenta/s poderá/ão auxiliar esse jovem, essa jovem para uma tomada de decisão consciente e saudável frente ao dilema real? Aprender a pensar criticamente, como sendo um agente autônomo e capaz de enxergar e identificar as falácias existentes em aparentes verdades, talvez seja um modo de se livrar de muitas armadilhas aprisionantes cultivadas em sociedade.

A propósito, sobre Pensamento Crítico, eis o que fora extraído de um artigo, publicado pela Revista Fundamento, em 2010, intitulado “Pensamento Crítico”. O artigo foi escrito por George Rainbolt, do Departamento de Filosofia – Georgia State University- EUA, sobre o tema. O autor diz o seguinte:

“Uma vez que os argumentos podem tratar de qualquer assunto, pensar criticamente é uma habilidade geral que se deve usar em qualquer momento em que se esteja para decidir no que acreditar ou no que fazer. Portanto, pensar criticamente é uma habilidade encontrada em todas as disciplinas acadêmicas e também fora do contexto acadêmico”. Fundamento – 2010.

A afirmação do autor faz refletir sobre uma questão recorrente. As surpresas com as quais cada pessoa se depara nos contatos e relações do dia a dia precisam ser analisadas não somente com um olhar, mas com um pensamento crítico. Para isso, a autonomia de pensamento fundamentado em conceitos sólidos deve ser um fator de considerável importância. Isso fará com que em cada situação complexa, os valores que embasam o conhecimento estejam a serviço de uma tomada de decisão consciente.

A página Wikipédia, define o conceito de “Pensamento Crítico” da seguinte forma:

Pensamento crítico é um julgamento propositado e reflexivo sobre o que acreditar ou o que fazer em resposta a uma observaçãoexperiência, expressão verbal ou escrita, ou argumentos. Pensamento crítico pode envolver determinar o significado e significância do que está sendo observado ou expresso, ou, em relação a uma dada inferência ou argumento, determinar se há justificativa adequada para aceitar a conclusão como sendo verdadeira. Deste modo, Fisher e Scriven definem o pensamento crítico como uma “Habilidosa e ativa interpretação e avaliação de observações, comunicações, informação e argumentação.”[1] Parker & Moore o definem mais precisamente como sendo a determinação cuidadosa e deliberada sobre aceitar, rejeitar ou suspender o julgamento acerca de uma dada afirmação e o grau de confiança que alguém deve aceitar ou rejeitá-lo – Wikipédia

A definição acima leva à reflexão sobre os mais diversos desafios encontrados na vida. Aceitar ou rejeitar uma ideia ou condição que se apresenta? São os conhecimentos que se estruturam na construção da aprendizagem que permitem a capacidade para isso. Nesse processo, o pensamento crítico atua como árbitro, influenciando nas decisões. A qualidade dessas decisões dependerá naturalmente do nível de preparo para identificar as características de cada nova situação. Esse conjunto de condições que permite a melhor decisão pode ser aprimorado com a compreensão e com o exercício das habilidades do pensar criticamente.

A vida em sociedade a cada dia requer mais habilidades e competências em diversas áreas do conhecimento. Em um mundo tão competitivo, a capacidade de autonomia nas tomadas de decisão e de fazer a escolha certa é um diferencial importante. O conhecimento, energia e a criatividade dos jovens são fatores que agregam novos ingredientes a esse mundo de situações novas e inusitadas. A tecnologia da informação e da comunicação entregam ao mundo inúmeras novidades às quais as pessoas precisam se adaptar para melhoria de suas condições de vida. A cada novo dia, em vários aspectos, mais diversificada está a sociedade, e isso significa mais opções e mais liberdade. Contudo, o preço dessa liberdade exige também a qualidade do pensamento que leva à ação. Apesar de tudo isso que existe de moderno e inovador há um fator que está na origem e é responsável por toda a criação desde que humanos exploram o planeta. Esse fator é o pensamento.

Pensar faz toda a diferença, porem a qualidade dessa diferença é primordial. E por assim ser, o Pensamento Crítico assume a imensa importância de conduzir o cidadão e cidadã às melhores decisões. A dica de ouro é: Aprimorar o Pensamento Crítico é sinônimo de liberdade e autonomia. É também uma questão de fazer escolhas.

Referência

 

COHEN, Martin – Habilidades de Pensamento Crítico, Editora Alta Books, Rio de Janeiro, 2017.

RAINBOLT, George, Departamento de Filosofia – Georgia State University- EUA – Fundamento – 2010.

Wikipédia:_disponível_em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Pensamento_critico> Acesso em 19 de agosto de 2017.

 

6 Comments

Add yours

  1. Maria Luiza Ramos

    24/08/2018 at 6:14 pm

    Belíssimo artigo!

  2. Altair de Oliveira

    24/08/2018 at 8:03 pm

    Simplesmente espetacular.

    altair.consultor.professor@gmail.com

  3. Eliane da Silva Dantas

    25/08/2018 at 7:35 am

    Um pensamento crítico bem amplo no que se refere às demandas da vida de hoje.. Parabéns !

  4. Pontual e oportuno esse texto. Os alunos que estão a enfrentar a realidade do mercado profissional e corporativo enfrentam a necessidade de tomar decisões importantes…
    Agradeço a colaboração.

  5. Hy there, Good news ! a fineoffering
    To qualify click on the link below

    http://bit.ly/2HPEdWp

  6. Hy there, an interestingoffers
    To qualify click on the link below

    http://bit.ly/2jrn6zJ

Deixe uma resposta

O seu e-mail não será publicado.

*


© 2018 Pauta Online Blog

Topo ↑