Sala de aula invertida: como colocar em prática

 

Você provavelmente já ouviu o termo “flipped classroom” ou, em português, sala de aula invertida, mas sabe exatamente como funciona e quais são os seus benefícios?

Em uma sala de aula invertida, os alunos estudam a matéria da aula em casa, através de vídeos, textos ou outros tipos de materiais para introduzir o assunto, disponibilizados por meio digital. Dessa forma, o tempo de aula que antes era utilizado para expor o conteúdo, é dedicado para atividades em grupos, discussões ou esclarecimentos de dúvidas.

A ideia principal da sala de aula invertida é repensar onde os estudantes têm acesso aos recursos que eles mais precisam. Baseando-se na ideia de que aluno possui mais dificuldade em trabalhar sozinho e não durante a aula presencial, a sala de aula invertida transforma esse padrão, levando o aprendizado do conceito para casa e trazendo atividades práticas para a aula.

Com essa metodologia, o aluno estará no comando do seu próprio aprendizado. Tendo acesso ao conteúdo, em casa ou em qualquer lugar com acesso à internet, ele aprenderá em seu próprio ritmo. Poderá dedicar mais tempo no que está com dificuldade e avançar mais rapidamente no conteúdo que achar mais fácil.

Ao chegar em sala de aula, cada integrante trará dúvidas e comentários sobre o assunto, modificando a dinâmica das aulas, colocando o professor em um papel de facilitador do aprendizado de cada um.

O que é preciso fazer para inverter a minha sala de aula?

Toda mudança vem com alguns obstáculos para serem superados. A primeira grande dificuldade no caminho do professor é transformar sua forma de pensar sala de aula. Depois de passar anos utilizando o método tradicional de ensino, pode ser difícil mudar completamente a forma de ensinar. Vamos a alguns passos que podem tornar essa migração mais fácil:

Planeje a mudança – Muitos alunos podem parecer insatisfeitos com uma mudança súbita em sua rotina, por isso planeje suas aulas e informe-os com antecedência sobre seus planos.

Organize-se com antecedência – Para que a sala de aula invertida funcione adequadamente, é necessário que seu conteúdo seja efetivo e esteja disponível a tempo, ou seja, antes das aulas. Separe seus materiais e organize-os em seu ambiente online. Plataformas digitais de aprendizagem, como a Pauta Online, funcionam perfeitamente para esta metodologia e permitem que você analise os dados de acesso de cada membro da sua turma.

Tenha certeza que seus alunos possuem acesso ao meio digital – Antes de começar de fato com a metodologia, assegure-se que todos estão tendo acesso a sua ferramenta digital. Dedique um dia para esclarecer possíveis dúvidas e testar o acesso aos materiais.

Aumente a expectativa –  Uma mudança torna-se mais simples quando todos estão alinhados e animados sobre ela. Converse com seus alunos sobre os motivos que o levaram a inverter sua aula, quais são os benefícios que encontrou e pergunte o que acham sobre isso. Crie uma expectativa positiva e esclareça todas as dúvidas.

Entre em seu novo papel – Em uma sala de aula invertida, o aluno buscará pelo seu próprio desenvolvimento, deixando o professor em um papel diferente do que ele costuma ter. Você será como um guia, oferecendo uma atenção mais personalizada e individualizada.

O que fazer para engajar os alunos?

A maior preocupação ao inverter uma sala de aula é o engajamento dos alunos. Como fazer com que eles acessem o conteúdo antes da aula? Existem algumas ações que você pode tomar para tornar a sala de aula invertida mais interessante.

Vídeo curtos – Disponibilize videoaulas curtas. Vídeos com duração entre 5-10 minutos serão mais atrativos. Procure ter objetividade em seus vídeos e disponibilizar textos e links de apoio.

Gamificação – Temos a tendência de sermos competitivos quando somos desafiados a cumprir um objetivo, por isso, utilize técnicas de gamificação para trabalhar com seus alunos em sala.  Por exemplo, crie um ranking, ofereça recompensas para quem realizar uma tarefa, entre outros.

Aplicativos mobile – Smartphones estão cada vez mais presentes na vida dos estudantes, muitas vezes, atuando como vilões no caminho do aprendizado, por serem considerados instrumentos de distração, porém, muitos aplicativos estão surgindo para ajudar no ensino-aprendizado. Procure aplicativos educacionais para utilizar em sala. O aplicativo da Pauta Online, por exemplo, permite que os alunos tenham acesso ao conteúdo de suas aulas, sem depender de internet.

Crie grupos de estudo – A colaboração em grupo é fundamental para o sucesso da sala de aula invertida. Separe seus alunos em grupos e faça-os pesquisarem e colaborarem uns com os outros para a absorção dos conteúdos. Desenvolva debates entre grupos e torne sua aula mais dinâmica.

Como saber se posso usar sala de aula invertida em minha disciplina?

Não existe disciplina que não possa ser invertida. Existem diversas maneiras de transformar sua aula, você precisa encontrar aquela que melhor se encaixa com o assunto e com as necessidades de aprendizado dos seus alunos.

Embora existam pontos negativos, como a falta de acesso à internet em alguns lugares e a dificuldade de cooperação dos estudantes, a sala de aula invertida procura inovar a forma como o conhecimento é transmitido, utilizando a tecnologia a seu favor.

E, você, o que acha dessa transformação?

Compartilhe sua opinião conosco. 🙂

1 Comment

Add yours

  1. Great article, i choose to invest in altcoins too!

    http://altcoinengine.com

Deixe uma resposta

O seu e-mail não será publicado.

*


© 2018 Pauta Online Blog

Topo ↑